top of page
Search

Exercício do Geólogo na Pesquisa Mineral

A pesquisa mineral pode ser definida como o conjunto de trabalhos que são realizados com objetivo de conhecer o tamanho de um depósito e, principalmente, a qualidade e o teor do minério estudado. Ou seja, ao longo de cada etapa, o intuito principal é provar que o minério atende às necessidades das indústrias de transformação (siderúrgicas e químicas, entre outras) e se é economicamente viável pelos métodos necessários à sua remoção do fundo da terra.

Fonte da imagem: Minas Jr


O papel do Geólogo

Para identificar, quantificar e caracterizar o minério presente na região, são realizados levantamentos geológicos, geofísicos e geoquímicos, sondagens, amostragens sistemáticas, entre outros, com o intuito de identificar, quantificar e caracterizar o minério presente na região. Em cada uma das etapas executadas é necessário que um profissional habilitado planeje, execute e acompanhe os trabalhos: o geólogo!


Desde o início da pesquisa os geólogos possuem papel fundamental na condução e execução dos estudos, e na interpretação dos dados obtidos. Inicialmente, os Geólogos de campo realizam estudos preliminares na área de interesse com o objetivo de caracterizar e identificar uma possível ocorrência de minério no local.


Uma vez caracterizado o potencial mineral, o geólogo irá iniciar os trabalhos de mapeamento de detalhe e a execução de sondagens geológicas, objetivando conhecer a forma e o modo de ocorrência do corpo mineralizado, além de realizar sua caracterização física, química e metalúrgica.

Fonte da imagem: ASL Sign Language Dictionary


As fases da pesquisa mineral

De forma geral, podemos definir os principais trabalhos realizados na pesquisa mineral:


Verificação do status e disponibilidade da área de interesse: Antes de iniciar qualquer trabalho de pesquisa, é necessário que o Geólogo responsável pelos trabalhos verifique se a área está livre, ou seja, se já existe alguma pessoa ou empresa pesquisando ou extraindo algum bem mineral naquela região, ou se a área de interesse está inserida em regiões de unidades de conservação, terras indígenas, áreas de bloqueio, etc.


Caso a área esteja livre, o próximo passo é realizar o requerimento da área e assim solicitar a autorização para pesquisa mineral que possibilitará o início dos trabalhos de pesquisa no local.


Levantamentos bibliográficos: Nesta etapa, após receber a autorização para executar trabalhos de pesquisa no local, deverá ser feito o levantamento de todos os dados disponíveis da geologia da região a ser pesquisa (artigos, geologia regional, mapas geofísicos, imagens aéreas, etc). Apesar de não ser uma atividade executada exclusivamente por geólogos, é de extrema importância que exista um profissional com esta formação para a avaliação dos dados levantados.

Confecção de mapas preliminares da região: Com os primeiros dados levantados, é importante que a equipe envolvida nos trabalhos de pesquisa mineral confeccione os primeiros mapas com os dados locais, bem como os mapas preliminares que serão utilizados nos primeiros trabalhos de campo (imagens aéreas, mapas geológicos regionais, mapas geofísicos, mapas de pontos, etc):


Mapeamento geológico: Etapa que deve ser conduzida indispensavelmente por um geólogo, onde o profissional responsável irá se familiarizar, conhecer e avaliar a superfície da área. Nesta fase o geólogo irá descobrir e definir rochas e formações geológicas com a finalidade de encontrar e delimitar as áreas de interesse mineral. O mapeamento terá sua escala determinada de acordo com a área e o minério a ser prospectado.

Mapeamento Geológico. Fonte da Imagem: Geotech Consultoria Ambiental


Levantamentos Geofísicos e Geoquímicos: Após a etapa de mapeamento geológico, e com o primeiro detalhamento da área realizado, é importante que sejam identificadas as possíveis anomalias geofísicas, através de levantamentos geofísicos aplicados a mineração. Os levantamentos geralmente são planejados e executados por geólogos e geofísicos, em regiões onde foram delimitados os alvos durante o mapeamento.


Além da geofísica, é importante realizar as primeiras análises geoquímicas no local, visando encontrar os alvos de interesse econômico por meio da identificação das características químicas das rochas, de seus produtos intempéricos e dos sedimentos. Tal análise pode ser iniciada por meio de amostragem de solo, por exemplo.


Sondagem: Nesta fase, é necessária a execução de sondagens no corpo mineralizado identificado em superfície e em seu entorno. Esta etapa geralmente é planejada por um geólogo, que também será responsável pela descrição dos testemunhos e pela elaboração do plano de amostragem dos furos.

Exemplo de Sondagem Diamantada. Fonte: Sondatech


Modelagem Geológica 3D: Após a realização da campanha de sondagem, e com os dados das amostragens sistemáticas realizadas nas amostras coletadas, o geólogo irá realizar a modelagem do corpo geológico estudado em 3D, por meio da utilização de um software de modelagem. A partir destes métodos, obtém-se eventual confirmação da ocorrência de um depósito mineral e descarte de alvos com baixo potencial.

Modelagem Geológica 3D. Fonte da imagem: LB Mineração


Todos estes trabalhos de pesquisa executados apresentam o objetivo de definir e avaliar uma jazida mineral, além de determinar a viabilidade econômica da mesma, e portanto, devem ser conduzidos e executados por um Geólogo capacitado. A ocorrência e a viabilidade econômica da jazida só poderá ser confirmada ou não após a análise de todos os dados e informações obtidas nas etapas anteriores.


Autora: Rafaela Machado

117 views0 comments

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page